5 dicas para a recuperação da mamoplastia

Procedimentos na mama podem ajudar a melhorar autoimagem, autoestima e qualidade de vida. Mas a recuperação da mamoplastia exige cuidados

A recuperação da mamoplastia exige cuidados especiais. Durante as primeiras semanas após a cirurgia é importante seguir as orientações do seu cirurgião para garantir uma recuperação segura e bem-sucedida. 

Se você está se preparando para uma mamoplastia, nós trouxemos algumas dicas para garantir que a sua recuperação seja um sucesso. Estamos aqui para guiá-la nesse processo. Então, confira este artigo que preparamos. Boa leitura!

O que é mamoplastia?

A mamoplastia é um procedimento cirúrgico realizado com o objetivo de modificar o tamanho, forma e posição das mamas para melhorar a aparência corporal. É um dos procedimentos estéticos mais realizados no mundo.

Esta cirurgia pode ser realizada com o objetivo de aumentar o volume das mamas, ou até mesmo para reduzi-lo. Ela também pode ser usada para corrigir a flacidez e desequilíbrio das mamas, ou para levantar seios caídos.

É um procedimento de longa data, que foi praticado pela primeira vez no século XIX, precisamente em 1895, inserindo lipoma de quadril nas mamas. 

Porém, a primeira mamoplastia para aumento de seios, com uso de próteses mamárias, só foi realizada em 1962 pelos cirurgiões pioneiros Frank Gerow e Thomas Cronin.

Já atualmente, temos cinco tipos de procedimentos de cirurgia plástica nas mamas:

  • Mamoplastia de aumento;
  • Mamoplastia redutora;
  • Mamoplastia reparadora;
  • Mamoplastia reconstrutiva;
  • Mastopexia (lifting).

Entre as mais comuns, estão a mamoplastia de aumento, em que o cirurgião utiliza implantes de silicone ou de mamoplastia com enxerto de gordura para aumentar o volume das mamas. 

Já a mamoplastia de redução realiza a remoção de tecido mamário excessivo, para corrigir mamas muito grandes, assimétricas ou caídas. O procedimento cirúrgico é realizado em ambiente hospitalar, com anestesia geral ou local. 

A mamoplastia oferece vários benefícios estéticos, incluindo a melhoria da forma e tamanho das mamas, melhora do contorno do corpo e um aumento da autoestima. 

A cirurgia também pode ser útil para corrigir deformidades congênitas ou para reconstruir os seios após cirurgias de câncer de mama. E ainda, para melhorar a saúde e qualidade de vida.

Possíveis riscos e complicações da mamoplastia

Esta cirurgia é considerada muito segura, mas como todo procedimento cirúrgico, pode ter alguns riscos e complicações. Por exemplo, a paciente pode ter:

  • Dores;
  • Reações alérgicas;
  • Infecção no local da cirurgia;
  • Hematomas;
  • Inchaços;
  • Seromas;
  • Alteração da sensibilidade;
  • Reação à anestesia;
  • Formação de cicatrizes;
  • Flacidez da pele;
  • Reações adversas aos materiais implantados;
  • Deslocamento dos implantes.

Por isso, é importante que você se informe bem e discuta  todos os benefícios e as possíveis complicações com seu médico antes de decidir realizar a cirurgia. Assim, poderá ter uma boa recuperação da mamoplastia

A Mamoplastia pode ser útil para melhorar a aparência e a autoestima. No entanto, você deve consultar um cirurgião plástico especializado e qualificado e discutir seus objetivos e riscos.

Após uma avaliação minuciosa, o especialista discutirá os resultados que você espera alcançar. A cirurgia é customizada para atender às necessidades e desejos individuais de cada paciente.

Vale ressaltar que ao realizar qualquer procedimento médico, é importante que você se certifique de que está sendo atendido por um profissional devidamente qualificado. 

Por isso, recomendamos que as pacientes procurem no site da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) por cirurgiões credenciados, para garantir o melhor atendimento e cuidado possível.

Dicas para a recuperação da mamoplastia

Com certeza você deseja ter os melhores resultados com sua cirurgia. Por isso, é fundamental ter um rigoroso pós-operatório para uma boa recuperação da mamoplastia.

Entenda que após a cirurgia o corpo precisa de tempo para recuperar-se e seus tecidos, eliminar as toxinas, cicatrizar e, se for o caso, se adaptar aos implantes. 

O pós-operatório inclui repouso, medicamentos para prevenir infecções e outros procedimentos que ajudam a promover a boa circulação sanguínea e aceleram o processo de recuperação.

Confira as dicas essenciais que separamos para você:

1 – Faça o repouso necessário 

O descanso e a recuperação são dois fatores que caminham juntos. Durante a cirurgia, o corpo passa por grandes mudanças. O repouso permite que o corpo descanse e se recupere dos efeitos do procedimento.

Além disso, o repouso ajuda a reduzir os riscos de complicações pós-operatórias. A falta dele pode aumentar as chances de infecção e também pode levar ao surgimento de hematomas ou ao aumento de cicatrizes. Além de poder levar a mais dor e inchaço.

Durante a recuperação, é comum sentir ansiedade ou até mesmo estresse. O repouso e o suporte de familiares e amigos são fundamentais para ajudar a lidar com esses sentimentos e a se recuperar com sucesso.

2 – Atividades físicas só após liberação médica

A cirurgia de mamoplastia é invasiva e, portanto, você deve dar ao seu corpo o tempo necessário para se recuperar e se curar apropriadamente.

Antes de iniciar qualquer atividade física, é importante que seja examinado por um profissional médico para garantir que não existam complicações que possam ser agravadas com o exercício. 

E, uma vez liberada, é importante começar devagar, com atividades leves, e ir aumentando gradualmente, de acordo com as recomendações do médico.

Verifique com o especialista práticas que possa realizar nos meses seguintes ao seu procedimento, como caminhadas, yoga, pilates, natação, musculação e outras atividades que possam ajudar o corpo a se recuperar.

3 – Use o sutiã cirúrgico 

O sutiã cirúrgico é um item extremamente importante para quem acabou de passar por uma mamoplastia. Ele é essencial para ajudar na recuperação e proporcionar maior segurança, suporte e conforto durante o processo.

Ele é feito de material resistente e é projetado para fornecer suporte e estabilidade aos seios. O sutiã também ajuda a mantê-los em um posicionamento correto, assim como a prevenir o inchaço, além contribuir para minimizar a aparência de cicatrizes.

Se usado corretamente, o sutiã cirúrgico ajuda a limitar os movimentos indesejados que podem levar à dor e ao desconforto.

É importante escolher o sutiã correto, para que ele ofereça o suporte adequado. É aconselhável usar o sutiã cirúrgico durante o período de recuperação e, em seguida, optar por um sutiã de apoio mais confortável.

4 – Cuide da cicatrização

Cuidar corretamente do processo de cicatrização  para uma boa recuperação da mamoplastia é extremamente importante para garantir que os resultados sejam os melhores possíveis.

Durante o processo, é importante manter a área cirúrgica limpa e seca para prevenir infecções e ajudar a curar as feridas. O objetivo é deixar o menor sinal possível de marcas na pele.

O médico pode prescrever medicamentos tópicos como antibióticos ou cremes com corticosteroides para ajudar a reduzir o inchaço e o desconforto. Ele também pode recomendar o uso de compressas frias para aliviar a dor.

É importante seguir as instruções médicas, lembrando que o processo de cicatrização é diferente para cada paciente. O tempo de recuperação pode variar de 2 a 4 semanas, dependendo do tipo de cirurgia realizada. 

5 – Não se esqueça da drenagem linfática 

A Drenagem Linfática é uma técnica terapêutica que visa estimular a circulação sanguínea e linfática, além da melhoria da qualidade do tecido, auxiliando na prevenção e tratamento de diversas patologias. 

Após a realização de uma cirurgia de mamoplastia, a drenagem linfática se mostra como uma excelente ferramenta para ajudar na otimização do processo de recuperação. 

Principalmente nos procedimentos realizados no tórax, a prática é essencial para a eliminação de líquidos retidos e toxinas acumuladas, além de promover a oxigenação dos tecidos, melhorando a cicatrização e reduzindo a possibilidade de infecção.

Outro benefício da drenagem linfática é a redução das alterações estéticas como edema, hematomas, retenção de líquidos e inchaço. Além disso, ela também ajuda a aliviar dores musculares e articulares associadas à cirurgia.

A técnica consiste na aplicação de um massageamento manual realizado por um terapeuta especializado. É importante que o paciente busque orientação médica antes de iniciar o tratamento.

Cuidados na recuperação da mamoplastia para ter os melhores resultados

Se você seguir as orientações do seu cirurgião, poderá curtir os resultados da cirurgia por muitos anos. Esta cirurgia é uma forma eficaz de melhorar a aparência dos seios e oferecer mais confiança e autoestima. 

Se você estiver pensando em se submeter a uma mamoplastia, converse com o seu cirurgião para discutir os riscos, benefícios e o processo de recuperação.

É importante lembrar que levará algum tempo para que você possa ver os resultados completos. Durante esse período, você deve manter o bom senso e seguir as orientações do seu cirurgião. 

Se você tiver dúvidas ou preocupações sobre o seu processo de recuperação da mamoplastia, entre em contato imediatamente com o seu cirurgião.

É importante buscar por um cirurgião especializado em cirurgia plástica para obter excelentes resultados. Temos os melhores especialistas para te atender, fale conosco para esclarecer todas as suas dúvidas!

Av. Dr. Mário Guimarães nº 428 Le Monde Office - Sala 416
Centro - Nova Iguaçu - RJ
Whats: 21 99955-4787
Telefone: 21 2668-6164

Av. das Américas nº 3500 Le Monde Office - Ed. Hong Kong, 3000 – Sala 627
Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
Whats: 21 99955-4787