Clipping
Estadão - 15 de Maio 2019
Estadão - 15 de Maio 2019

Mamoplastia Redutora. Quando o procedimento é indicado.

DELAS IG - 06 de Março 2019
DELAS IG - 06 de Março 2019

Cirurgia Plástica Silicone

Em  entrevista prévia ao Delas ,  o cirurgião plástico Fernando Bianco afirma que o essencial antes de qualquer procedimento estético fazer uma pesquisa sobre o profissional que vai realizá-lo.  Conversar com outros pacientes, ver resultados pré e pós operatórios e verificar se não existe nenhuma reclamação contra o médico na internet também podem ajudar. 

Porém, se a cirurgia plástica não teve o resultado esperado, o próximo passo é o reparo. "Além da paciente precisar ter noção do ocorrido, é importante que o profissional seja transparente e explique o que exatamente aconteceu e como isso pode ser reparado", afirma.

Revista Plástica & Beleza - 23 de Setembro de 2016
Revista Plástica & Beleza - 23 de Setembro de 2016

Mamãe nota 10: Seios empinados e barriga chapada após a gestação.

Qual a mulher que, depois de ter um lho, não se olha no espelho e ca pensando se o seu corpo voltará a ser como antes? Praticamente todas! Por mais feliz e plena que seja essa fase da nos- sa vida, é natural que a gente também queira sentir-se realizada quando o assunto é beleza e autoestima. Mas é preciso ter muita calma nes- sa hora e respeitar o tempo de recuperação do corpo e a fase de amamentação do bebê para só depois começar a pensar em fazer ou não uma cirurgia plástica.“Normalmente, indicamos que a paciente espere até seis meses para fazer uma abdominoplastia ou qualquer outra cirurgia plástica após a gestação. Mas o ideal mesmo é que ela não esteja mais amamentando”.
Dr. Fernando Bianco tira algumas dúvidas sobre essa tendência estética.

Técnica: Abdominoplastia

Indicação: Quando há excesso de pele e de acidez da musculatura e até estria na região abaixo do umbigo - neste caso estrias largas nessa área também podem ser eliminadas através da técnica.
Como é feita: após anestesia local associada com sedação, o médico faz uma incisão na região pubiana – geralmente, de 20 a 30 centímetros, dependendo da largura do quadril da pessoa -, para tracionar a pele
e remover o seu excedente.“Quase sempre, a cicatriz da cesárea é aproveitada ao realizar uma abdominoplastia. Mas é preciso analisar cada caso”, comenta o cirurgião plástico Fernando Bianco

 Pós-operatório: Após a cirurgia é essencial que a paciente que de repouso domiciliar por aproximadamente três dias. É preciso usar durante cerca
de 40 dias cinta pós-cirúrgica. No primeiro mês também não pode pegar peso, não fazer nenhum tipo de esforço, não se expor ao sol ou a região operada ao excesso de calor e não usar roupas justas e apertadas. Durante 15 dias é recomendado que a paciente, quando for andar, mantenha a postura ligeiramente curvada.Além disso, é indicada a drenagem linfática que ajuda na recuperação e reduz os edemas. Caminhadas leves após 45 dias. Já as atividades físicas só estão liberadas depois de quatro meses. É imprescindível seguir as orientações médicas no pós-operatório para não haver comprometimento do resultado. Os riscos são ruptura dos pontos, má cicatrização, ondulação do tecido, incidência direta dos raios solares causam manchas, entre outros problemas.

Revista Plástica & Beleza - 01 de Junho de 2016
Revista Plástica & Beleza - 01 de Junho de 2016

Ocidentalização

A ocidentalização das pálpebras é uma das cirurgias plásticas mais procuradas pelos jovens orientais, pois parte deles apresenta a pálpebra superior lisa e sem dobra. Mas engana-se quem pensa que ela é realizada somente por questões estéticas, já que com o passar dos anos o excesso de pele pode ser prejudicial à visão. Como é: "sob anestesia local associada à sedação leve, o cirurgião plástico faz uma incisão logo acima dos cílios e no epicanto (região onde pálpebra superior e inferior se encontram, próximo ao nariz) onde cria-se o sulco supratarsal (a dobrinha logo acima dos cílios) e corrigi-se a dobra no epicanto", explica o cirurgião plástico Fernando Bianco (RJ). Imediatamente após a cirurgia, nota-se a pálpebra superior com características ocidentais com naturalidade, mas se torna mais evidente à medida que o edema some. "Só é preciso deixar bem claro que, uma vez ocidentalizada a pálpebra, não é possível retornar às características orientais, caso o paciente se arrepende."